Make your own free website on Tripod.com
Vagão Tipo Plataforma
O Fueiro
Edmar Mammini
 
 
 O Fueiro
 
Esse tipo de vagão sempre foi e ainda é muito usado em ferrovias, é também apelidado de fueiro. Esse apelido se dá devido a existência de fueiros em suas laterais.Fueiro é um tipo de construção metálica assemelhada a uma braçadeira de um lado só que está arrebitada na lateral do chassis do vagão e que dentro dessa peça se coloca um mourão, em geral de madeira bem dura, para que a carga que está sendo transportada não caia pelas laterais.

Esse tipo de vagão se presta muito para transportar trilhos, chapas de aço, bobinas de aço, transformadores elétricos, reatores químicos e demais peças muito pesadas. No modelismo ele é usado para transportar pessoas, isso mesmo, nas fotos onde se vê gente tomando carona no trenzinho, elas estão sentadas em cima de vagões tipo plataforma, as vezes sobre estes se colocam celas com um punho frontal para se segurar no trem, e as celas possuem abas laterais para evitar que se coloque inadvertidamente os dedos nos trilhos e os mesmos serem decepados devido ao tipo de trilho e rodeiro que possui o trenzinho. Muitas celas possuem ainda estribos para os pés, como é o caso do que está nas fotos.
 

Para se construir um vagão em miniatura e na escala desse tipo, é necessário possuir uma serra para metais de boa qualidade, pois que ele é todo feito em chapa de aço 1010 de 2,5 a 3 mm de espessura , é todo armado com treliças metálicas cruzadas enfim é bem robusto, tendo em vista que agüenta pessoas de até 120 Kg de peso.É todo soldado com solda elétrica e a sua pintura se possível em PU (poli-uretano) isso para aumentar a aderência sobre a chapa que deve agüentar o atrito da cela sobre a mesma.
O truque é super robusto e do tipo mais moderno (anos 1950) do que os dos demais vagões. Os truques foram copiados de uma revista americana e foram fundidos em ferro pelo Arnaldo Bottan.

A usinagem dos mesmos foi em fresadora e muita lima, dá um trabalho desgraçado, fica-se com a mão toda doída. Os mancais foram feitos em bronze comum para buchas, do tipo TM 123. Foi usinado de forma redonda imitando mancais de rolamentos. Foi tentado o uso de mancais com rolamentos de agulhas mas o desempenho é o mesmo e o trabalho triplica de formas que foi abandonado o seu uso.As rodas foram feitas de rodelas de um tarugo de aço 1010 de  2 ¼   ( 63mm) e usinados no formato de rodas de vagão desse tipo.Os eixos das rodas foram feitos com vergalhão de aço 1045 de 5/8   (16 mm)  a parte rolante do eixo que fica dentro da bucha é de 10 mm , o engaste na roda é de 13 mm.

A suspensão foi feita com molas em espiral, essas molas foram feitas de arame de aço 1075 bitola # 16 ( 15,8 mm)  possui 8 espiras e um diâmetro externo da ordem de 13 mm. Faze-las é outro trabalhão, é muito dura e só se consegue enrola-la com o auxílio de um torno. O molde é de 6 mm de diâmetro e o passo é de dez fios por polegada. Haja mão para isso!
Os engates são em ferro fundido com exceção das mandíbulas que são em aço 1010 caso fossem em ferro fundido se quebrariam, como aconteceu. Os vagões foram pintados na cor Vermelho Óxido e os truques e engates em Cinza Chumbo.
 

Retornar à página principal