Make your own free website on Tripod.com
                                                                 Construindo um Locomóvel
                                                                         Edmar Mammini - Maio 2008

Inicialmente vamos esclarecer ao leitor o que é um locomóvel. É uma máquina a vapor destinada a movimentar pequenas indústrias que se instalam em curto período em um local e depois se transferem a outro, como, por exemplo, serrarias de desdobro de toras, quando acaba a madeira (devastam o local) eles se mudam, as máquinas de beneficiar grão, como trigo, arrôs, milho e demais similares, quando acaba a colheita eles se vão, e carregam o locomóvel para outro local. Essas máquinas queimavam em suas fornalhas os restos de madeira ou a palha do grão debulhado. Eram bem econômicas devido à origem do combustível e que hoje jogam fora no processo. (muito inteligente!)

Na atualidade usa-se moto-gerador para fazer o mesmo serviço. Consomem óleo Diesel.
O que estamos descrevendo é a construção de uma miniatura de um locomóvel . A miniatura está na escala de 1:8, ou seja, é oito vezes menor do que a máquina real.
 

O locomóvel às vezes é confundido com tratores a vapor, mas não são, os tratores são autotransportados e os locomóveis necessitam serem rebocados ou por um trator ou uma junta de animais de tração como burros ou bois. Ambos possuem rodas, mas nos locomóveis são loucas. Veja o artigo sobre a “Allchin” neste mesmo sítio e compare-os.

O modelo... como surgiu a idéia?  Conheço de longa data uns irmãos que são modelistas, são conhecidos no meio modelístico da cidade de São Paulo como “ os Irmãos” . Eles trouxeram um kit de fundidos, e os desenhos, da França, mais especificamente da cidade de  Biarritz.  Na época, por volta de 1995, eles comercializavam esses fundidos de modelos em miniatura, dentre os quais uma máquina naval de dois cilindros de nome “ DN 15”  que eu comprei, construí o kit, e que funciona muito bem.
 
Os irmãos começaram a usinar o modelo do locomóvel ; de uma hora para outra, devido a problemas outros, desistiram da façanha, me ofereceram a máquina semi-feita e eu resolvi terminar a obra.

Fazê-la não foi fácil, o maior problema reside no fato de que: quem fez o desenho não construiu a máquina, o desenho não é compatível com o modelo. Existem pontos de conflito, três que me lembra a memória, 1- o governador de Watt ao expandir as esferas dá de encontro com o lubrificador. 2- o corpo de bomba d’água está diretamente acoplada ao bloco do cilindro motor, este ao entrar em funcionamento se aquece, transmite o calor à bomba e esta aquecida não funciona mais. 3- a haste que movimenta a bomba, se obedecido o desenho original, raspa na caixa do governador de Watt. Foi necessário modificar o desenho da máquina para ajustá-la a realidade, caso contrário, não seria possível a montagem .

O modelo como os demais a vapor, são feitos dos mesmos materiais clássicos. A saber: a caldeira em cobre e soldada a prata. O corpo, ou chassis em ferro fundido, bloco do cilindro e válvula de gaveta em bronze comum, biela e girabrequim em aço 1045, buchas em bronze comum, volante, fugindo ao padrão que é normalmente em ferro fundido, este é em bronze. Rodas em latão, eixos em aço 1010, molas em aço 1075.  Manifold, registros e  injetor em latão. Tubulações em cobre.
 A montagem não dá bem para descrever, tendo em vista que parte foi feita por mim e parte pelos “irmãos”. Mas colocá-la em funcionamento foi obra minha, foi difícil devido a erros tanto de usinagem como de projeto da firma “ Steam” de Biarritz.

A caldeira, caixa de fumaça, rodas, bomba d’água, fornalha e cinzeiro, foram feitos por mim. A maior parte da máquina  foi feita por um dos irmãos, acertada e colocada em ponto de funcionamento por mim. O locomóvel em tela opera a uma pressão máxima de 3 Kg/cm2 ou 40 PSI (libras por polegada quadrada), em operação normal usa-se 20 PSI. Com isso ela tem potência suficiente para por em operação uma miniatura de máquina de beneficiar grãos que está em construção, tão logo fique pronta sem dúvida constará deste sítio.
 

Foto - Alvaro Caropreso
 
 
Foto - Alvaro Caropreso
 
 
 
Seria inútil descrever o modelo em texto uma vez que as fotos dizem  mais que mil palavras.
Esse modelo como o original queima lenha e carvão, tanto vegetal como mineral, já foi posta em funcionamento diversas vezes e se mantém bem com relação a pressão e a reposição de água, de forma que, pode ficar funcionando por muito tempo, somente necessita de combustível o tempo todo, é uma glutona!
 
 Retornar a pagina anterior