Make your own free website on Tripod.com
           MODELISMO A VAPOR
"Allchin"

Edmar Mammini

Este tipo de modelismo é o mais requintado de todos os demais, ele está já as portas de uma obra de arte.
Para executa-lo é necessário um pouco mais que ser modelista, necessita-se ser artífice. O artífice é o indivíduo que domina a arte de A a Z, para esse tipo de modelismo necessita-se conhecimentos a bom nível de mecânica, funilaria industrial, soldagem de vários tipos, pintura e muita, mas muita paciência.

A iniciativa a continuativa e a terminativa é essencial, sem esses predicados não se chega ao final da obra. Essa atividade teve seu inicio na Inglaterra no século XIX, teve seu apogeu após a segunda guerra mundial e está em franco declínio. Entre os anos 30  e 60 existiam até brinquedos a vapor mas não com a qualidade que se tem hoje.É uma atividade típica de povos de língua  inglesa e mais tênue nos franceses, mas mesmo assim eles possuem peças lindas.
 

Existem 4 firmas na Inglaterra e 2 na França que fornecem material para se executar tais tipos de máquinas a vapor, vê-se então que é um mercado muito restrito, acreditamos ter no mundo todo cerca de 500 pessoas hábeis a executar tais tipos de trabalho atualmente, antes haviam mais.O material a disposição de quem quer se aventurar, consiste em: plantas com todos os detalhamentos (desenhos) ,manual descritivo de como usinar as peças, coletânea de fotos do original e do modelo, características do desempenho, como executar os testes e ainda o padrão de cores em que foram pintadas as originais, ou de forma descritiva ou um catálogo de cores reais.
 

O artesão necessita ter os seguintes equipamentos: Torno mecânico, se possível com caixa Norton, Frezadora universal, Furadeira de coluna, serra de fita para metais, equipamentos de pintura e solda a oxigênio. Ferramentas manuais: serras p/ metais da comum e de ourives, jogo de brocas de 0,4 a 6mm de décimo em décimo, jogo de machos e cossinetes de 1 a 10mm, ou equivalente em polegadas, sempre com rosca fina e se possível dos padrões ,BA, Tury, ME e Cycle, as -mm- só as finas. Não se deve usar as SAE ou Withworth.
 

O modelo que esta sendo apresentado é um clássico do modelismo inglês, chama-se “Allchin” e representa o que existe de mais fino em “Traction Engine” (trator a vapor) é a versão agrícola, existe na versão terraplanagem e a de urbana, que eram conhecidos como - Rolos Compressores- a vapor.No Brasil, só existia a versão urbana, e ainda se encontra em alguma praça de cidades do interior uma dessas como peça rara que foi usada para asfaltar a cidade no início do século XX.
 

O modelo aqui apresentado foi por mim construído, entre 1995 e 1998 , portanto levei cerca de 4 anos de trabalho árduo e fatigante. A escolha do modelo se deu por ser esse modelo um padrão inglês de qualidade de trabalho, melhor explicando, lá , ao se comentar que se construiu uma  Allchin você terá o tratamento de quem chegou ao máximo em modelismo, no mesmo nível estará quem construir a locomotiva “Britannia”, mas essa pesa uns 150 kg e a Allchin apenas 35kg. Isso faz muita diferença para quem faz as coisas sempre sozinho.

 O modelo foi construído com os materiais acima citados sendo que somente parte das fundições vieram da Inglaterra
a maior parte foi feita na oficina de modelismo em São Paulo. Não foi adquirido o kit completo, não por razões de
preço mas pelo incômodo de traze-las a bordo do avião, pesa cerca de 50kg o Kit de fundidos e o tubo da caldeira,
que é em cobre e com medida que não existe no Brasil. O kit e plantas custam cerca de 2.000,00 US$, e uma máquina
pronta já alcançou a incrível soma de 47.000 US$ em um leilão na Sotheby’s de Nova York. Como peça de museu.
 


Clique acima para ver as figuras
em tamanho maior

Retornar à página principal